Poema de um louco

Era uma noite ,o sol brilhava no horizonte montanhoso.
Estava eu andando parado,sentado de pé numa pedra de pau,
com os olhos arregalados quase fechando,quando não muito longe dali havia um bosque sem árvores.
Os passarinhos pastavam alegremente enquanto as vacas cantavam pulando de galho em galho a procura de seus ninhos e
os elefantes descansavam à sombra de um pé de alface.
Resolvi voltar de pressa vagarosamente pra casa.
Chegando pela porta da frente que ficava nos fundos.
No quarto deitei meu paletó na cama e me pendurei no cabide.
passei a noite em claro,pois esqueci de apagar as luzes.
Sonhei que estava acordado ,quando acordei sonhei que estava dormindo.
Levantei-me e fui ao banheiro,onde resolvi almoçar,logo
senti um gosto horrível na boca .havia comido o guardanapo e limpado a boca com o bife.
Fui então até o jardim e lá eu encontrei um papel em branco,
que estava escrito: assim diziam aqueles nove profetas
que eram três,jacó e pedro.
“O mundo é mesmo uma bola quadrada,diante disso prefiro a morte doque morrer”.Era uma noite ,o sol brilhava no horizonte montanhoso.

Desconheço a autoria

Texto gentilmente cedido por Cris Ghidella

About these ads

6 Respostas

  1. Obrigada pelo Link..;)

    Bjs

  2. Nossa,como esta poesia mudou muito,eu a conheço a uns 15 anos e achava ela muito legal,mas agora mudou muito e ficou bem mais curta;Eu estou atrás da original,será que eu acho?Se eu achar eu vou posta-la também aqui pois era muito maior e mais emgraçada!!!Beijos!!

  3. Eu não li a original.
    Esse poesia, ganhei d euma amiga há tempos.

    abraços

  4. Eu lembro que a posia era com versos mais curtos e nem de longe tinha um jardim zoologico no meio.

    Salvo engano tinha trechos como o que segue:

    … Era meia noite e o sol forte …
    … no banco da praça o careca penteava suas tranças com um pente sem dente…
    … o cego lia um jornal …

  5. Eu lembro tb da poesia mas ta muito diferente.

    A que eu conheço ela começava assim:
    Era meia noite, o sol brilhava num belo dia de frio. Um homem careca penteava seus longos cabelos lisos, sentado em pé perto de uma pedra de madeira,… etc.

    nem lembro direito,

    Se alguem tiver a ver~soa original, por favor me enviem…

    andration@hotmail.com.

  6. Não sei se é a original..mas é bem parecida com esta, veja

    http://lunarosa.multiply.com/journal/item/1195/Carta_de_um_louco_para_um_maluco..rss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: